Whatsapp continuará podendo ser usado somente em smartphones!

Sim! Quer dizer... Não! Para a maioria que torcia para que o aplicativo finalmente ter sua integração com o desktop a noticia não é das melhores. Na verdade é a pior possível! O Presidente do Whatsapp, Jan Koum, afirmou no encontro de empreendedores MWC 2014 que prima pela simplicidade e que por enquanto não tem intenção de levar o seu app para o desktop.

O mesmo ainda disse que não está disposto a fazer isso somente para manter o publico. Um outro motivo para que o Whatsapp permaneça somente nos smartphones é a questão da privacidade! Na verdade, o único aparelho totalmente pessoal hoje em dia são os celulares e é com isso que a equipe do mensageiro mais famoso e usado do momento se preocupa.

Outro ponto seria a quantidade de notificações, o CEO afirma que seria 'chato' o recebimento delas via duas plataformas, por exemplo. 

Na minha opinião é meio que um tiro no pé isso, não tô dizendo que com isso o Whatsapp irá começar a perder usuários e então acabar, bem longe disso. No entanto, não podemos negar que atualmente e logo depois do reboliço que foi a compra do app pelo Facebook, a disputa pela liderança de mercado se tornou bem mais acirrada.  

Essa questão de trazer e fazer a integração de um 'mensageiro' com o desktop se mostrou muito eficiente, digo isso julgando o que vi no Viber, esse concorrente direto do Whatsapp. Não me mostrou ser "cansativo" de modo algum como sugere o presidente do Whatsapp! E outra coisa que não dá pra negar é a quantidade de usuários que esperava e talvez ainda espere por isso, seria uma grande sacada se não a maior por parte da empresa até o devido momento.


Entre tantas especulações um novo vírus vem trazendo dor de cabeça aos mais afoitos, podemos dizer assim. Acontece que está rolando um vírus por email e nas publicidades no Facebook que promete justamente instalar o Whatsapp em seu notebook ou desktop. Detalhe, não estou falando do emulador BlueStarks, no caso da propaganda falsa seria sim a tão sonhada integração entre smartphones e PC.

A quantidade de pessoas que já caíram nessa armadilha prova que essa seria um caminho viável e que ainda merecia ser pensado por parte do Whatsapp. Agora excluir essa ideia dos planos da empresa totalmente, não acho essa uma boa saída no momento.

Quer saber mais?
Acesse o Tecmundo.